terça-feira, 24 de junho de 2014

O JOGO PARECIA GANHO PARA HENRIQUE ALVES NO RN, MAS AS COISAS PIORARAM MUITO

(Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)
Quando desistiu de uma reeleição tranquila à presidência da Câmara para disputar o governo do Rio Grande do Norte, o peemedebista Henrique Alves reagiu à incredulidade de seus aliados dizendo que a campanha seria barbada.

Ele enfrentaria só um adversário forte, contaria com o apoio de vinte partidos e abriria o palanque para os três principais concorrentes ao Palácio do Planalto.

Em três meses, a realidade se impôs. As pesquisas de intenção de voto mostram que diminuiu a vantagem de Alves sobre o rival Robinson Faria (PSD).

Para piorar, viu-se que é muito alta a rejeição a Alves até mesmo entre os eleitores de seus colegas de chapa. Findo o otimismo, começa o trabalho para reverter o quadro.
Coluna de Ricardo Setti - Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário