quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

GOVERNO REFORÇA "OPERAÇÃO LEI SECA" NA CAPITAL E INTERIOR DO RN

O Governo do Estado afirmou que vai reforçar a Operação Lei Seca na capital e interior potiguar. Serão entregues  quatro novas camionhetes tração 4X4, que vão ser utilizadas nas ações de fiscalização desenvolvidas pelo Detran na capital e nas cidades do interior do Rio Grande do Norte.

O governador Robinson Faria anuncia a medida na cerimônia de entrega dos veículos, que aconteceu nesta quarta-feira (23), às 9h, na sede administrativa do Detran, situada no bairro de Cidade da Esperança, em Natal.

O reforço de viaturas foi somado ao aumento do efetivo responsável por realizar as blitzen e aplicar a lei, autuando os condutores que insistem em dirigir após ingerir bebida alcoólica. Neste sentido, serão incorporados à Operação Lei Seca mais 14 agentes, ficando o efetivo composto por 20 homens.

A iniciativa foi tomada pelo diretor do Detran, Julio César, que contabiliza um incremento satisfatório nas ações de combate a motoristas embriagados. “A meta do Governo não é multar, mas preservar vidas, conscientizando o condutor e aplicando o que determina a legislação”, comentou.

Outro ponto importante já efetivado pelo Governo do Estado por meio do Detran foi a aquisição e aferição, ainda no primeiro semestre deste ano, de novos etilomêtros, conhecidos popularmente como “bafômetros”.

A equipe da Lei Seca dispõe atualmente de 20 aparelhos, o que possibilita a realização dos testes de alcoolemia de forma rápida e evita a formação de grandes filas de veículos durante a realização das blitzen.

Dados do setor de Estatística do Detran apontam que de janeiro a dezembro deste ano foram realizadas 60 blitzen da Lei Seca no Estado, o que confirma uma média de quatro intervenções por mês.

Com o investimento implementado pelo Governo, a Direção do Detran estima dobrar a quantidade de ações fiscalizatórias e com isso preservar mais vidas e beneficiar ainda mais a população com a ampliação de medidas preventivas de segurança no trânsito.

Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário